YoutubeFacebook

Notícias

LIBERTAÇÃO MISSIONÁRIOS NO SENEGAL

 “Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua de júbilo; então, entre as nações se dizia:: Grandes coisas o Senhor tem feito por eles... Os que com lágrimas semeiam, com júbilo ceifarão, quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.” Sl. 126:1,2,5 e 6

 
Como todos já devem estar sabendo, ontem tivemos a bênção de recebermos nossos irmãos Pr. José Dilson e Mis. Zeneide de volta ao nosso convívio. Sendo assim, hoje queremos somente compartilhar com vocês, fiéis  intercessores como foi nosso dia e como vimos a mão do Senhor nos direcionando e conduzindo cada passo para que ao final do dia tivéssemos a tão esperada resposta ao nosso apelo pela liberdade provisória de nossos irmãos.
 
Logo cedo, um grupo se direcionou em Dakar ao Tribunal de Justiça para orar e aguardar o pronunciamento do juíz, e enquanto esperávamos ansiosos pela resposta, um outro grupo igualmente na expectativa aguardava na porta da penitenciária em Thiès o momento de visita, afinal era sexta-feira.
 
Quando então no corredor do tribunal nos deparamos com o advogado acabando de sair da audência, nos notificou o resultado positivo, “a nossa boca se encheu de riso porque Deus restaurou nossa sorte...”. Quanta emoção, quanto regozijo, risos e lágrimas tomaram conta de nós.  Imediatamente chamamos Marli, pudemos ouvir pelo telefone uma explosão de gritos da brasileirada que estava em Thiès. Imediatamente Marli com os filhos e alguns irmãos entraram para transmitir a notícia ao José Dilson e à Zeneide. As fotos transmitem por si mesmas a alegria e a gratidão ao Senhor por esta vitória.
 
Saindo do tribunal de Dakar, tivemos que levar os documentos do procurador para Thiès e oficializar a saída. Este processo demorou mais algumas horas e assim muitos irmãos tiveram tempo de chegar em Thiès, vindo de diferentes lugares do país para aguardar a saída deles do presídio.
 
Foi uma verdadeira festa a espera, todos juntos pudemos ter a alegria de ser corpo de Cristo naqueles momentos. Depois de muita expectativa, as 16:... tivemos a cena que tanto aguardávamos, a porta se abriu e lá estavam eles, sorrindo e glorificando ao Senhor. Como descrever este momento? Impossível em palavras, mas com certeza está registrado em nossos corações. De lá fomos todos para a casa que a APMT alugou em Thiès para apoio, e tivemos uma hora de muito júbilo, onde pudemos ouvir José e Zeneide compartilharem um pouco da experiência de cada um, tivemos um momento de cânticos de adoração e agradecemos ao Senhor “pela alegria que estávamos sentindo ao portar os feixes nas mãos”.
 
Esta semana ambos estão participando de um programa de repouso que foi orientado por profissionais que trabalham na área de recuperação pós-trauma. É momento de estar em família, de restabelecer vínculos, pensar no futuro. Pr. José Dilson está com a família em um Hotel e Zeneide está conosco em outro. Ela teve um bom tempo com a família que estava toda reunida em Itapetinga, pela skype, foi uma verdadeira festa online.
 
Sabemos que esta foi a primeira vitória de todo este processo e somos imensamente gratos ao Senhor. Contudo, ainda há um caminho a ser percorrido que culminará no julgamento que pode acontecer em cerca de 30 dias. Portanto, continuamos contando com suas orações, que o Senhor realmente continue a nos conduzir em cada etapa que se seguirá.
 
Não temos palavras pra expressar nossa gratidão a toda a Igreja brasileira que se envolveu, chorou, jejuou, intercedeu, nos sustentou nestes 5 meses. À todos, nosso MUITO OBRIGADO!
 
Às nossas Agencias – APMT e SERVOS, que com muita sabedoria e cuidado nos conduziram e apoiaram em cada uma de nossas necessidades, nosso RECONHECIMENTO!
 
À Embaixada brasileira no Senegal, pela presença, instruções, apoio e cuidado, nossa GRATIDÃO!
 
À senhora Ndey Diouf (assistente social – senegalesa), nossa irmã em Cristo  que não mediu esforços para que as autoridades senegalesas compreendessem e conhecessem todos os aspectos jurídicos e civis do processo, se tornando peça fundamental para que a liberdade provisória acontecesse, nossa mais alta ESTIMA e GRATIDÃO!
 
À comunidade missionária brasileira no Senegal, verdadeira família em Cristo, nosso CONSTRANGIMENTO diante de tanto amor demonstrado por palavras e por obras, VOCÊS FORAM MARAVILHOSOS!
 
Enfim, como não agradecer ao Senhor por TUDO que ELE tem feito até aqui? À ELE A HONRA, A GLÓRIA E LOUVOR!
 
Continuemos firmes.
 
Abraço e saudações a todos.
 
Pela APMTS,
 
Pr. Gerson e Marilia
 
Clique aqui e veja as fotos.
Igreja Presbiteriana de Manhuaçu
Praça 5 de Novembro 406 . Centro . Manhuaçu . Minas Gerais
Telefone: 33. 3331.1055
w3vision